Sancionada Lei que obriga estabelecimentos disponibilizarem postos de coleta de óleo de cozinha

20 Fevereiro, 2018 - Atualizado em 09 novembro, 2017

Fecomércio SC continuará atuando em favor de medidas que revertam a regulamentação

O Governador do Estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo, sancionou o Projeto de Lei de autoria do deputado Ismael dos Santos (PSD) que obriga a todos os estabelecimentos que comercializem mais de 500 litros de óleo de cozinha por mês disponibilizarem postos de coleta aos consumidores.

A Fecomércio SC atua desde 2008 requerendo a rejeição ou alteração do projeto de lei por contrariar legislação federal vigente que determina o compartilhamento da responsabilidade pela logística reversa do óleo de cozinha. Atualmente a Lei Estadual responsabiliza somente o comerciante, isentando irregularmente o fabricante, distribuidor e grandes consumidores.

O texto da Lei 17.261/2017 (acesse aqui), já em vigor, determina que os postos de coleta estejam em locais acessíveis devidamente identificados junto aos estabelecimentos comerciais, sem a previsão de qualquer prazo para adaptação. Também obriga a destinação correta de todo o óleo coletado, mas não prevê nenhum modelo específico de coletor. Somente ficam desobrigados de cumprir a Lei os estabelecimentos enquadrados como micro e pequenas empresas. O descumprimento acarreta multa de R$ 500 a ser cobrada em dobro em caso de reincidência.

A Fecomércio SC estuda em parceria com entidades representativas do setor, medidas de questionamento à legislação aprovada, como por exemplo, alteração na lei – através de um PL, ou questionamento judicial.

Leia também

MERCADO 16 Fevereiro, 2018

Revogado decreto que aumenta impostos de produtos de perfumaria e higiene pessoal

PESQUISA 15 Fevereiro, 2018

Quem é o turista que circulou no Litoral de SC em janeiro?

ECONOMIA 09 Fevereiro, 2018

Comércio catarinense encerra 2017 com maior variação no volume de vendas do país

PESQUISA 09 Fevereiro, 2018

Maior consumo de pirataria em 2017 foi no dia dos pais e das crianças em Santa Catarina