ECONOMIA

Criação de postos de trabalho permanece positiva em SC, mas desacelera em setembro

Atualizado em 02 fevereiro, 2022

O mercado de trabalho formal catarinense gerou quase 18 mil vagas de emprego em setembro- queda de 7,4% em relação a agosto e de 46,5% na comparação com setembro de 2020, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados nesta terça-feira (26) pelo IBGE. Apesar da desaceleração mensal, o saldo continua positivo em SC.

O setor terciário respondeu por 65% das vagas no mês: Serviços, que emprega 881.986 pessoas em Santa Catarina, gerou 7.359 novos postos, e o comércio, que totaliza 498.130 vínculos trabalhistas, criou 4,273 novos postos.


Santa Catarina é o 4º estado que mais gerou emprego no setor de serviço no país e o 7º no comércio de janeiro a setembro, em valores absolutos. Dos 176.749 novos postos de trabalho, 66.041 são de serviço e 22.495 do comércio.


“A retomada da economia em SC reflete diretamente na queda da taxa de desocupação. Os dados apontam que a geração de postos de trabalho se estende para os segmentos que foram fortemente afetados pela pandemia e para os municípios de forma mais equilibrada”, explica o economista da Fecomércio SC, Alison Fiuza.

> Confira o relatório completo sobre o Mercado de Trabalho Formal

Confira os dados dinâmicos da movimentação de emprego em SC:

Leia também

ECONOMIA 13 maio, 2022

Volume de serviços em SC interrompe trajetória negativa em março

ECONOMIA 12 maio, 2022

Consumidores em SC adotam alternativas para driblar inflação, aponta Fecomércio SC

ECONOMIA 12 maio, 2022

Inflação desacelera em abril, mas alta dos preços alcança 78,25% dos produtos

ECONOMIA 11 maio, 2022

Estado aprova redução do ICMS para leite e outros produtos alimentícios