PESQUISA

Estrangeiros representaram quase 30% dos turistas nesta temporada em SC

Atualizado em 12 agosto, 2019

Com mais de 500 quilômetros de litoral, Santa Catarina tem turismo diversificado e características regionais que atendem diferentes públicos.  É jovem, quer balada e se hospedar no Airbnb? Está aposentado, prefere circular a pé e tem imóvel próprio na praia? Decidiu passar as férias no país vizinho, já bastante frequentado pelos hermanos? A temporada catarinense reúne todos estes perfis, que podem ser visualizados em detalhes na Pesquisa Turismo de Verão no Litoral Catarinense 2018, apresentada pela Fecomércio SC nesta terça-feira (03).

Leia a pesquisa na íntegra

A pesquisa aponta o aumento do público estrangeiro nesta temporada: o percentual mais do que dobrou, passando de 12,4% para 29%, aumento de 16.6 pp, ou seja, quase 133%. Destaque para os argentinos, com uma fatia de 23,5% em 2018.  Entre os brasileiros (71%), o grupo mais representativo é do Rio Grande do Sul (29,3%), acima inclusive do público catarinense. A origem dos turistas também varia bastante entre as cidades: em São Francisco do Sul, 44% vieram do Paraná; Garopaba recebeu 63% do Rio Grande do Sul; já em Laguna 62% dos turistas são do próprio estado.

“Para qualificar nossos destinos turísticos precisamos conhecer o comportamento do público que vem a Santa Catarina. Os empresários e o setor público têm nas mãos uma ferramenta para melhorar o planejamento e a gestão, com uma série de indicadores estratégicos para tomada de decisão. Os dados expressam em números alguns gargalos do setor, como a questão da mobilidade – visto que uma fatia expressiva chega a SC de carro ou ônibus – e a informalidade na locação de imóveis, um dos principais tipos de hospedagem na temporada”, aponta o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

Os dados são apurados com turistas e empresários desde 2013.  Neste ano, a pesquisa foi realizada em Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Imbituba, Laguna, Porto Belo e São Francisco do Sul. A apuração das informações ocorreu nos meses de janeiro e fevereiro, com 407 turistas ( entrevistas diretas) e 552 empresários (entrevistas telefônicas).

Confira como foi o verão em 2017, 2016 e 2015.

Conheça em detalhe o perfil do turista na temporada 2018

Pesquisa sobre turismo no Litoral Catarinense mostra impactos da temporada para empresários

 

Leia também

ECONOMIA 02 julho, 2020

Fecomércio SC cobra medidas emergenciais para empresas e população após ciclone

MERCADO 01 julho, 2020

Taxa de desemprego no Brasil atinge 12,9% em maio

SESC/SENAC 30 junho, 2020

Mesa Brasil Sesc e Ibama levam 14 toneladas de sardinhas à mesa de milhares de famílias

SESC/SENAC 30 junho, 2020

Senac SC e Fecomércio SC lançam campanha de cashback para apoiar negócios locais