MERCADO

Fecomércio SC defende agilização na liberação de recursos para BR-470

Atualizado em 27 maio, 2021

A preservação das vidas e do desenvolvimento industrial, comercial e turístico de Santa Catarina – em especial o do Vale do Itajaí – tem na BR-470 um entrave crucial. Considerada uma das obras de infraestrutura mais urgentes para o escoamento da produção catarinense, a duplicação da rodovia figura entre as bandeiras da Fecomércio SC há décadas.

“Esta rodovia é crucial para Santa Catarina. Se juntarmos quatro meses de todos os impostos que a região recolhe, pagamos a obra”, pontua Emilio Schramm, vice-presidente da entidade e presidente do Comitê de Duplicação da BR-470.

A lentidão e atraso na conclusão impactam diretamente na logística e na vida da população, visto que a BR-470 passa por 20 municípios. “É uma obra que está sendo prometida há muito tempo. Mesmo sabendo que é uma rodovia federal, o Governo do Estado pode ajuda a terminar a duplicação desta rodovia, que é atualmente um dos principais corredores de escoamento do que é produzido no Estado”, avalia o vice-presidente da Fecomércio SC no Vale do Itajaí, Marcelo Gevaerd.

Diante desse quadro, que representa mais de 100 mortes por ano em acidentes, a Fecomércio SC entende que a sensibilidade dos parlamentares para os temas da infraestrutura fará com que o debate ganhe celeridade para a liberação de recursos em breve.

Leia mais

“A prioridade é a conclusão da BR-470”, afirma o ministro da Infraestrutura em reunião do Fórum Parlamentar

Setor produtivo e parlamentares terão audiência com ministro da Infraestrutura na quarta-feira

Federações empresariais de Santa Catarina apoiam Comitê da Duplicação da BR-470

Comitê da Duplicação da BR-470 reúne lideranças empresariais nesta terça (9) na Fecomércio SC

Entidades preocupadas com o atraso em obras fundamentais

 

Leia também

ECONOMIA 14 janeiro, 2022

Inflação provoca descompasso entre volume e receita do comércio catarinense em novembro

ECONOMIA 13 janeiro, 2022

Volume de serviços em novembro tem alta histórica para o mês

MERCADO 13 janeiro, 2022

Reajuste do piso mínimo regional em 2022 será de 10,5% em SC

ECONOMIA 12 janeiro, 2022

IPCA fecha 2021 em 10,06%, maior taxa desde 2015