Fecomércio SC lança programa de Qualificação de Negociadores

Atualizado em 12 novembro, 2015

 A Fecomércio SC lançou na quarta-feira (11), em Florianópolis, o Programa de Qualificação de Negociadores com a participação do renomado especialista Eugênio do Carvalhal, que apresentou estratégias de resolução de conflito e metodologia para fortalecer as relações trabalhistas nas negociações patronal x laboral. Advogados e dirigentes de pelo menos 50 sindicatos filiados, que representam cerca de 300 mil empresas do setor em SC, participam da capacitação, oferecida na reunião da Câmara de Relações Trabalhistas.

Com um currículo robusto e uma trajetória profissional que vai desde executivo na IBM Brasil até a atuação na área militar, na preparação dos Contingentes Brasileiros para as ações no Timor Leste, através das Nações Unidas, e como instrutor na Escola de Comando e Estado Maior do Exército, Carvalhal também foi o idealizador e coordenador do Curso de Formação de Negociadores da FGV-RJ e autor de diversos livros sobre o assunto. 

Estratégias para mobilização, alinhamento legais sobre questões de impacto econômico – como licença maternidade e hora-extra, identificação de potenciais negociadores e desenvolvimento de liderança estão entre as metas do programa de preparação dos dirigentes sindicais para os processos de negociação coletiva em 2016. 
Conforme Carvalhal, um bom negociador vai além das questões legais, contratuais e índices econômicos. Ele leva em conta aspectos subjetivos, como as questões interpessoais e culturais, por exemplo. “Avança quem domina o terreno e reconhece a personalidade dos negociadores a partir do cruzamento de uma série de características que mobilizam o interlocutor. Em qualquer contexto de negociação é fundamental ter planejamento, capacidade de raciocinar sob pressão, além da habilidade de se comunicar de forma expressiva e escutar o outro lado”, exemplifica Carvalhal. O especialista ainda afirma que a credibilidade e integridade do negociador são resultado da experiência e de acordos passíveis de implementação.
O cenário de retração econômica e insegurança quanto aos rumos do país reforça o sinal de alerta das lideranças empresariais e amplia a necessidade de capacitação. "As expectativas para 2016 estão atualmente cobertas por uma cortina de fumaça provocada pela crise política brasileira. Embora façamos todas as análises possíveis para preparar o empresário do setor, os dados econômicos são invariavelmente afetados pelas decisões políticas. Num momento conturbado como o atual, o desafio do negociador se torna cada vez maior”, finaliza o Diretor Executivo da Fecomércio SC, José Agenor de Aragão Júnior.
Com implantação prevista para o primeiro semestre de 2016, o projeto contará com um calendário de ações de treinamento regionalizado conduzidos pela equipe da Divisão Sindical e suporte de acordo com a demanda do sindicato.

Leia também

ECONOMIA 13 maio, 2022

Volume de serviços em SC interrompe trajetória negativa em março

ECONOMIA 12 maio, 2022

Consumidores em SC adotam alternativas para driblar inflação, aponta Fecomércio SC

ECONOMIA 12 maio, 2022

Inflação desacelera em abril, mas alta dos preços alcança 78,25% dos produtos

ECONOMIA 11 maio, 2022

Estado aprova redução do ICMS para leite e outros produtos alimentícios