POLITICA

Fecomércio SC participa do lançamento do Programa Mobilização pelo Emprego e Produtividade

Atualizado em 23 maio, 2019

Representantes da Fecomércio SC participaram do lançamento do Programa Mobilização pelo Emprego e Produtividade, apresentado pelo secretário do Ministério da Economia, Carlos Alexandre da Costa, na manhã desta quinta-feira (23), em Joinville. O evento é realizado pelo Ministério em parceria com os governos estaduais e o Sebrae.

Santa Catarina é o segundo estado a receber o Programa, criado para aumentar a produtividade e gerar emprego e renda no País. A iniciativa deverá percorrer todo o país para traçar medidas para a retomada do crescimento econômico, envolvendo empresários, empreendedores, gestores públicos estaduais e municipais.

“O setor produtivo deve participar ativamente na construção de políticas públicas para destravar a economia. Cabe ao governo criar um ambiente de negócio favorável, com menos burocracia e as reformas necessárias, para que o empresário possa gerar emprego e renda, recuperando a produtividade e competitividade brasileira”, pontua o presidente da Federação, Bruno Breithaupt.

As micro e pequenas empresas, que representam cerca de 95% dos empreendimentos em SC, são apontados como motores do emprego e produtividade no Estado. Segundo o deputado Jorginho Mello, presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, o Refis para o pequeno e médio empresário, igualando os benefícios que as grandes empresas já possuíam, foi um dos principais avanços nas políticas para as PMEs.

Durante o evento também foi lançado o aplicativo Mobiliza Brasil, que permite aos empresários indicar os principais gargalos do setor. Os dados serão ranqueados de forma inteligente para construção, direcionamento e apresentação das políticas públicas.

A agenda da Federação com o Governo Federal iniciou na noite de quarta-feira (22) em um jantar para a apresentação da perspectiva do executivo para o setor privado de Santa Catarina. Além do presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt, e o diretor executivo, José Agenor de Aragão Junior, participaram: Herton Scherer (vice-presidente Região Norte), Sandro Moretti (vice-presidente de Serviços), Gentil Coradelli (vice-presidente de Comércio de Produtos Farmacêuticos) e Valmir Muller (presidente da Câmara Empresarial do Comércio Atacadista e da Adac).

Leia também

ECONOMIA 14 janeiro, 2022

Inflação provoca descompasso entre volume e receita do comércio catarinense em novembro

ECONOMIA 13 janeiro, 2022

Volume de serviços em novembro tem alta histórica para o mês

MERCADO 13 janeiro, 2022

Reajuste do piso mínimo regional em 2022 será de 10,5% em SC

ECONOMIA 12 janeiro, 2022

IPCA fecha 2021 em 10,06%, maior taxa desde 2015