ECONOMIA

Fecomércio SC reforça com SDE e Santur agenda para retomada econômica em SC

Atualizado em 09 julho, 2020

Lideranças do Sistema Fecomércio SC Sesc/Senac receberam na quarta-feira (9) o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, o adjunto da pasta, Ricardo Stodieck, e o presidente da Santur, Leandro ‘Mané’ Ferrari,  para discutir medidas para a retomada econômica em Santa Catarina.

O presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt, entregou ao secretário documento com as prioridades do comércio, serviços e turismo nos âmbitos tributários, de crédito, infraestrutura e investimentos.  O setor produtivo já vem dialogando com a SDE para alinhar pautas estratégicas e apresentar as demandas de cada categoria econômica.

“O objetivo dessa integração é criar um ambiente de negócios promissor e seguro. O momento requer ações rápidas e mudanças substanciais em aspectos creditícios, tributários, fiscais e legislativos para propiciar a reativação da economia em novas bases”, avaliou. Breithaupt também reforçou as solicitações feitas ao Governador para minimizar os impactos do ciclone nas empresas e para a população, como a postergação do ICMS e liberação do FGTS.

Para o secretário, Rogério Siqueira, este é o momento de buscar novas oportunidades e alinhamento com o setor produtivo para a criação de políticas perenes de ESTADO, não de GOVERNO. “A união dos setores produtivos e do setor público nos inspira para tomada de decisões, que juntas nos darão sustentação, gerando emprego e renda para o Estado. Estamos focados em ações de curto e médio prazo, para uma retomada econômica com saúde e segurança jurídica para o desenvolvimento de Santa Catarina”, ressalta Siqueira.

Foco no turismo

O diretor regional do Senac/SC, Rudney Raulino, apresentou aos novos secretários e a Santur programas que já estão em operação no Estado, como o Turismo em Movimento (TEM) e o Disruptur. Outras iniciativas para impulsionar a economia catarinense foram citadas, a exemplo do Projeto Florescer, que pretende fortalecer a cadeia produtiva de flores e plantas ornamentais e explorar o potencial deste mercado em SC.

“Estamos vivendo um novo momento e é imprescindível a união de todos os setores para que juntos possamos sair mais fortalecidos. Esse alinhamento é essencial para que cada um assuma o seu papel, e no turismo a Santur não tem medido esforços. Estamos procurando auxiliar o empresariado e todo o trade, seja na captação de financiamento e na criação conjunta de programas de retomada pós-pandemia”, disse ‘Mané’ Ferrari.

Também estiveram presentes na reunião: o diretor regional do Sesc, Roberto Anastácio Martins, o superintendente da Fecomércio SC, Renato Barcellos, o vice-presidente de Turismo da Fecomércio SC, Hélio Dagnoni, e o gerente da Divisão de Relações Institucionais e Governamental, Elder Arceno.

Postergação do ICMS

Será decretado nesta quinta-feira (9), pelo governador Carlos Moisés, a prorrogação do pagamento de ICMS para empresas atingidas pelo ciclone no dia 30 de junho. Com isso, os contribuintes poderão pagar o imposto referente ao mês junho até o dia 10 de setembro. A postergação de pagamento valerá também para os impostos referentes aos meses de julho, agosto, setembro, outubro e novembro.

Para ter acesso ao benefício, as empresas terão que providenciar um laudo pericial, por parte do Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) ou por órgão da Defesa Civil estadual, para atestar a condição. A prorrogação não abrange operações com combustíveis, gás, energia elétrica e serviço de comunicação, assim como casos de substituição tributária, de mercadoria importada do exterior amparado por benefício fiscal e de imposto devido por ocasião do fato gerador em decorrência da saída da mercadoria de mercadoria do estabelecimento.

Veja como fica o calendário de pagamento do ICMS
– Imposto referente a junho poderá ser quitado até 10 de setembro;
– Imposto referente a julho poderá ser quitado até 10 de outubro;
– Imposto referente a agosto poderá ser quitado até 10 de novembro;
– Imposto referente a setembro poderá ser quitado até 10 de dezembro;
– Imposto referente a outubro poderá ser quitado até 10 de janeiro de 2021;
– Imposto referente a novembro poderá ser quitado até 10 de fevereiro de 2021.

 

Leia também

MERCADO 06 agosto, 2020

Quase 20% ainda estão indecisos com presentes para Dia dos Pais em SC

MERCADO 06 agosto, 2020

Desafio de Inovação vai selecionar projetos que visam melhorar competitividade do turismo

ECONOMIA 04 agosto, 2020

Governo lança nota fiscal eletrônica em Santa Catarina

MERCADO 04 agosto, 2020

Marco Aurélio Floriani toma posse na Câmara de Turismo da Fecomércio SC e destaca desafios do setor