MERCADO

Ministros do Turismo das Américas propõem unificação de protocolos de biossegurança

Atualizado em 21 maio, 2021

A reunião de ministros do turismo das Américas, realizada pela Organização Mundial do Turismo (OMT) na República Dominicana no início deste mês, pode representar um passo importante na padronização de medidas e protocolos de prevenção de Covid-19 entre os países. A pandemia provocou o maior choque de demanda da história do turismo mundial. 

Durante o evento, foram apresentados os resultados e recomendações elaborados pelo Comitê Mundial de Crise para o Turismo da OMT. O documento propõe unificar os protocolos para a região das Américas, a fim de fortalecer os esforços entre os Estados membros e promover viagens seguras.

A padronização seguiria quatro etapas de trabalho conjunto:

– Mapa codificado por cores, em que classifica os países de acordo com a situação de risco para a Covid-19;

– Criação de corredores sanitários para promover destinos, facilitar a mobilidade, reduzindo riscos;

– Implementar soluções digitais de saúde, como o certificado digital de vacinação que, segundo a OMT, não seria obrigatório, apenas recomendável;

– Adoção de um sistema de monitoramento global com status atualizado de restrições pelos países a fim de orientar os viajantes e governos.

Reflexos em SC

A relevância dessas medidas para o turismo de Santa Catarina é incontestável. Segundo dados apurados na última edição da Pesquisa Fecomércio SC Turismo de Verão no Litoral Catarinense, houve brusca redução na parcela de estrangeiros na temporada 2020/2021.Entre os turistas que circulam em SC, uma média de 17,5% vinha da Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile- na última temporada, com as restrições da pandemia, a participação caiu para 1,8%.

Vacinação padronizada

O ministro do Turismo do Brasil, Gilson Machado Neto, questionou a OMT sobre as vacinas e as divergências de restrições entre os países. “A pergunta que faço a OMT é: quem vai determinar quais vacinas serão válidas? Não adianta o Brasil vacinar com vacinas que outros países não aceitam e vice-versa. É importante que a OMT traga esse debate sobre a padronização dos imunizantes”, destacou.

Após o debate, as autoridades assinaram a Declaração de Punta Cana, espécie de termo de consentimento em que todos os representantes das nações se comprometem a apoiar o turismo, adotar protocolos internacionais unificados, apostar na inovação e transformação digital em prol da retomada do turismo, dentre outros.

Com informações do Ministério do Turismo

Leia também

MERCADO 01 julho, 2022

Novas rotas devem impulsionar turismo regional no Oeste de SC

ECONOMIA 30 junho, 2022

Mercado de trabalho mantém saldo positivo em maio, mas apresenta sinais de desaceleração em SC

INSTITUCIONAL 24 junho, 2022

Vice-presidência da Fecomércio SC reúne lideranças do Sistema no Meio-Oeste

ECONOMIA 24 junho, 2022

Derrubada de veto do governador será passo importante pela justiça tributária, aponta Fecomércio SC