MERCADO

Percepção do consumidor catarinense sobre passaporte da vacina e outros

Atualizado em 04 novembro, 2021

A maioria dos consumidores catarinenses (73,4%) é a favor da medida sanitária chamada de ‘passaporte da vacina’, adotada em alguns estados para evitar a proliferação do vírus e permitir a flexibilização das atividades. O restante é contra (20,7%) ou não tem opinião formada (6%). Os dados foram apurados pela Fecomércio SC com 319 pessoas, entre os dias 13 a 26 de outubro, nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí.

> Saiba mais sobre o comportamento do consumidor em outubro

Os consumidores puderam justificar as respostas em uma questão aberta. Entre os que são a favor da medida, o principal motivo é a segurança/proteção da família e da população (37,1%). Já os que são contra afirmaram que a vacinação deve ser uma escolha individual, seguido pela justificativa de que traria constrangimento (19,7%).

A pesquisa também apurou que 95% dos consumidores pretendem manter os cuidados e hábitos quando a pandemia acabar, como carregar álcool em gel, higienizar as mãos e as compras, usar máscara em local fechado, entre outros.

Leia também

MERCADO 01 julho, 2022

Novas rotas devem impulsionar turismo regional no Oeste de SC

ECONOMIA 30 junho, 2022

Mercado de trabalho mantém saldo positivo em maio, mas apresenta sinais de desaceleração em SC

INSTITUCIONAL 24 junho, 2022

Vice-presidência da Fecomércio SC reúne lideranças do Sistema no Meio-Oeste

ECONOMIA 24 junho, 2022

Derrubada de veto do governador será passo importante pela justiça tributária, aponta Fecomércio SC