Fecomércio
Início Intranet

Twitter Facebook Youtube Flickr



 
 
-A +A
notícias sescsenac
noticias
19/06/2017 : FECOMÉRCIO
Joinville dá largada na rodada de palestras sobre operação Concorrência Leal em SC

Ação da Fecomércio SC em parceria com entidades contábeis será realizada em sete cidades neste mês

Prevista para ser lançada ainda no mês de junho, a terceira edição da operação Concorrência Leal, realizada pela Secretaria de Estado da Fazenda, pretende fiscalizar 26,1 mil contribuintes em Santa Catarina. A Fecomércio SC, em parceria com a Federação dos Contabilistas (Fecontesc), Sindicatos das Empresas de Serviços Contábeis (Sescons) e o Conselho Regional de Contabilidade – (CRCSC), iniciou hoje uma série de palestras pelo Estado para orientar os contadores e empresários acerca das novas regras.

A primeira cidade a receber a programação foi Joinville, na manhã desta segunda-feira (19), com a participação de cerca de 70 profissionais. O calendário segue em Itajaí (22.06), Blumenau (23.06), Chapecó (26.06), Lages (27.06), Criciúma (27.06) e Florianópolis (29.06).

“A Federação vem trabalhando junto à Sefaz e à classe contábil deste a primeira edição da operação, em 2012. Os profissionais da contabilidade têm um papel-chave na orientação dos clientes sobre as informações exigidas. Precisamos divulgar as boas práticas para qualificar a gestão das empresas catarinenses, em sua maioria contribuintes no Simples Nacional. A sonegação tem reflexo negativo em uma das nossas principais bandeiras: a redução da carga tributária”, de acordo com o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

A operação Concorrência Leal tem foco nas empresas enquadradas no Simples Nacional e abrange o período de 2013 a 2016. O faturamento de todas as empresas catarinenses optantes do Simples passou de R$ 38 bilhões em 2012, ano da primeira operação Concorrência Leal, para R$ 57 bilhões, em 2016.

Assim que deflagrar a operação, o fisco estadual encaminhará aos contadores comunicados demonstrando as inconsistências ou divergências para a retificação de possíveis erros e pendências. São analisados dados do SPED Fiscal, do Sistema Eletrônico de Cálculo (PGDAS-D), Declaração Única e Simplificada de Informações Socioeconômicas e fiscais (DEFIS) com dados de compras efetuadas pelo Governo do Estado e pelas prefeituras catarinenses, além do Demonstrativo de Créditos Informados Previamente (DCIP), da Nota Fiscal Eletrônica (NFE) e das empresas de cartão de crédito e débito. 

 




 entrevista case acontece profissional especial social














Rua Felipe Schmidt 785 - 5º andar - Centro
Florianópolis - SC - Cep 88010-002
Pabx: 48 3229 1000 e Fax: 48 3229 1004
email: fecomercio@fecomercio-sc.com.br
links úteis senac sesc senac outros links