ECONOMIA

Alta dos preços atinge 73,2% da cesta de produtos do IPCA

Atualizado em 11 fevereiro, 2022

O Índice Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou em janeiro (0,54%), após variação de 0,73% no mês anterior, porém, a pressão dos preços permanece forte na economia do país. Segundo o índice de difusão mensurado pelo Banco Central do Brasil (BACEN), que mostra o percentual de itens com aumento de preços, houve alta de 73,21% nos produtos – o maior nível desde o ano de 2016 na comparação com igual período dos anos anteriores.

> Confira a análise do IPCA janeiro/22

Em janeiro, oito dos noves grupos de produtos e serviços apresentaram alta diante do mês anterior. A maior variação foi no grupo de artigos de residência, que acelerou de 1,37% para 1,82%. No acumulado de 12 meses, avançou 13,13%, motivado pelas altas dos itens mobiliário (16,78%), eletrodomésticos e equipamentos (16,05%) e TV, som e informática (12,39%).

As expectativas para 2022 são de redução na comparação com 2020, mas superior ao teto da meta, estimada pelo mercado em 5,44%.

Confira o painel sobre os índices de preços:

Clica na  para abrir em tela cheia

Leia também

INSTITUCIONAL 10 agosto, 2022

Fecomércio SC empossa nova diretoria para quadriênio 2022-2026

INSTITUCIONAL 04 agosto, 2022

Fecomércio SC lançará Carta do Comércio SC para marcar 74 anos e posse da nova diretoria

INSTITUCIONAL 04 agosto, 2022

Nova diretoria da Fecomércio SC será empossada nesta terça-feira (9)

Trabalhista 04 agosto, 2022

Senado aprova novas regras trabalhistas para períodos de calamidade