POLITICA

Carlos Moisés é absolvido no primeiro processo de impeachment e retorna ao cargo

Atualizado em 27 novembro, 2020

O governador Carlos Moisés da Silva foi absolvido, por 6 votos a 3 e uma abstenção, da suposta prática de crime de responsabilidade na concessão de reajuste salarial aos procuradores do Estado. O Tribunal Especial de Julgamento proferiu a sentença após votação realizada na tarde desta sexta-feira (27), na Alesc. Com a decisão, Moisés pode retornar ao cargo de chefe do Poder Executivo exatamente um mês após o afastamento.

Para a Fecomércio SC, as instituições se mostraram sólidas no processo, sobretudo neste cenário de incertezas. “Juntos, Carlos Moisés da Silva e Daniela Reinehr têm a missão de enfrentar a pandemia e a crise decorrente dela, posicionando Santa Catarina como um estado diferenciado e de oportunidades. É preciso manter o alinhamento, assegurando protocolos seguros e fiscalização para garantir o pleno funcionamento das atividades econômicas”, avalia o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

O Governador responde a um segundo processo de impeachment referente a compra dos respiradores e à tentativa da contratação de hospital de campanha em Itajaí. Este processo aguarda a votação do relatório pelo acatamento ou arquivamento da denúncia, o que deve ocorrer ainda este ano.

 

 

Leia também

ECONOMIA 03 dezembro, 2021

Economia desacelera e fica estagnada no 3º trimestre

ECONOMIA 02 dezembro, 2021

Confira as tendências e o comportamento de consumo no Natal em SC

ECONOMIA 01 dezembro, 2021

Consumidores devem economizar e pagar dívidas com 13 º em SC

ECONOMIA 30 novembro, 2021

Taxa de desocupação reduz, mas rendimento real deteriora em SC