ECONOMIA

Consumidores em SC adotam alternativas para driblar inflação, aponta Fecomércio SC

Atualizado em 12 maio, 2022

As sucessivas altas nos preços pesam no bolso dos catarinenses e estão impactando no comportamento de consumo em 2022. Levantamento da Fecomércio SC aponta que os clubes de compras, cashback e mercadinhos com produtos próximos ao vencimento são algumas das alternativas adotadas pelos consumidores para driblar a inflação e não comprometer todo orçamento no supermercado.


O aumento dos gastos por conta da inflação acima de dois dígitos está corroendo o poder de compra das famílias.


Em abril, oito dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE apresentaram alta diante do mês anterior, puxada principalmente pelo grupo de Alimentos e Bebidas (2,06%). Batata-inglesa (18,28%),  tomate (10,18%), óleo de soja (8,24%), pão francês (4,52%) e  carnes (1,02%) lideram a escalada dos preços.

Leia: análise sobre a Inflação abril/22

O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 27 de abril em sete cidades (Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí), com amostra de 327 consumidores.

Confira os destaques no infográfico

Vencidinhos
Infogram

Leia também

MERCADO 01 julho, 2022

Novas rotas devem impulsionar turismo regional no Oeste de SC

ECONOMIA 30 junho, 2022

Mercado de trabalho mantém saldo positivo em maio, mas apresenta sinais de desaceleração em SC

INSTITUCIONAL 24 junho, 2022

Vice-presidência da Fecomércio SC reúne lideranças do Sistema no Meio-Oeste

ECONOMIA 24 junho, 2022

Derrubada de veto do governador será passo importante pela justiça tributária, aponta Fecomércio SC