ECONOMIA

Copa do Mundo deve turbinar vendas do comércio e serviços em SC

Atualizado em 10 outubro, 2022

A Copa do Mundo de 2022, que começa em 20 de novembro, no Catar, deve movimentar cerca de R$ 1,48 bilhão no Brasil, conforme previsão da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).  As cifras podem chegar a 91 milhões em Santa Catarina. A estimativa cruza uma série de indicadores, entre eles dados do mercado de trabalho, crédito e volume de vendas.

A projeção nacional está 7,9% acima do volume registrado na Copa de 2018 (1,37 bi). Os segmentos de móveis e eletrodomésticos, seguido por eletroeletrônicos e artigos pessoais, devem puxar as vendas do varejo- a expectativa de faturamento é de R$ 535 milhões e R$ 332,6 milhões, respectivamente.

Em setembro, as pesquisas por smart TVs em lojas online cresceram 6,7% em comparação a agosto. Nas Copas anteriores, a alta foi de 5,3% (2018) e 6,3% (2014).  A importação de aparelhos no terceiro trimestre deste ano mais que triplicou em relação ao mesmo período do ano passado – foram USD 2,41 milhões. A queda nos preços (- 3,2% de janeiro a agosto, segundo IPCA)  e a Black Friday devem levar os consumidores às lojas em novembro e dezembro.

Os três estados que devem apresentar o maior volume de vendas estão na Região Sudeste: São Paulo, com estimativa de R$ 516,7 milhões, Minas Gerais, com volume previsto de R$ 141,2 milhões, e Rio de Janeiro, onde devem ser movimentados R$ 139,8 milhões.

Confira o termômetro do consumo da CNC

Metodologia

A estimativa realizada pela CNC é baseada em um modelo estatístico para a previsão de vendas, que leva em consideração dados referentes ao mercado de trabalho, acesso do crédito e preços como variáveis explicativas. Por outro lado, inclui as estatísticas da Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE (PMC) relacionadas ao volume de vendas e as receitas como variável explicada. Além disso, a modelagem pode ser testada nos dados econômicos disponíveis para as duas últimas Copas, o que permitiu a geração de expectativas de faturamento do varejo com maior qualidade de ajuste.

Leia também

ECONOMIA 16 abril, 2024

Taxa de endividamento das famílias catarinenses cai em abril, aponta pesquisa

INSTITUCIONAL 16 abril, 2024

Sistema Fecomércio Sesc Senac oficializa compra da Sociedade Canarinho, em Gaspar

ECONOMIA 13 abril, 2024

Vendas no varejo restrito cresceu 1,7% em fevereiro

ECONOMIA 11 abril, 2024

Consumidor avalia positivamente o comércio durante a Páscoa deste ano, revela relatório