MERCADO

DisrupTur premia melhores soluções para fomentar turismo catarinense

Atualizado em 05 agosto, 2021

Depois de mais de 300 horas de trabalho em ambiente virtual e engajamento de 1500 pessoas, o DisrupTur chegou ao fim com a premiação dos projetos “Vale Seguro”, da Instância de Governança Regional do Turismo (IGR) do Vale Europeu, em primeira colocação; “Ca$h Verde Mar”, da região turística Costa Verde & Mar, em segunda; e “Centro de Experimentação Turística”, da IGR Encantos do Sul, em terceira.

As apresentações foram realizadas nesta segunda-feira (24). Veja como foram os pitchs das IGRS

A proposta vencedora prevê uma plataforma/aplicativo de turismo focada em segurança, com base em curadoria e inteligência artificial. Após realizar uma pesquisa sobre o impacto da Covid-19 no turismo, a segurança apareceu como uma das principais preocupações do consumidor, de acordo com Juliano Sant´Ana, da IGR Vale Europeu. “Nós ouvimos o cliente e percebemos essa mudança no comportamento do turista. A plataforma quer utilizar a dinâmica da reputação para posicionar o Vale Europeu como um destino seguro. Estamos muito felizes em ganhar o DisrupTur, foi uma grande oportunidade de sair da zona de conforto. Agora, contamos com apoiadores e patrocinadores para tirar o projeto do papel”, afirma.

O juri foi composto por autoridades do turismo: Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Antônio Henrique Borges Paula, diretor de Relações de Institucionais do Senac Nacional, Rogério Siqueira, secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado de Santa Catarina, Ricardo Stodieck, secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado de Santa Catarina, e Bruno Breithaupt, presidente da Fecomércio SC.

Os jurados levaram em conta não só a viabilidade da proposta para o desenvolvimento da região turística, como também o grau de inovação e sustentabilidade, além da própria apresentação dos pitchs. Os três primeiros lugares ganharam uma premiação em dinheiro, nos valores de R$ 15 mil, R$ 10 mil e R$ 5 mil.

“Santa Catarina é referência em diversos segmentos e o DisrupTur é um grande trabalho. É uma revolução silenciosa que o turismo está fazendo”, declarou Antonio Henrique Borges Paula, diretor de Relações de Institucionais do Senac Nacional.

Conforme o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, iniciativas como esta contribuem para o desenvolvimento sustentável  do Estado por meio do turismo. “Conhecemos aqui excelentes iniciativas que, por meio da inovação, nos trazem um mundo de possibilidades, conexões e de desenvolvimento de políticas perenes em nosso estado.  São ações que contribuem para o fortalecimento da espiral de prosperidade, esperança e confiança”, afirma.

Fomento ao ecossistema

Iniciativa do Senac SC e Fecomércio SC, o DisrupTur assumiu o propósito de promover projetos para fomentar o ecossistema turístico no Estado diante dos cenários complexos que se formaram devido à pandemia do coronavírus. Por meio de metodologias inovadoras e utilização de recursos tecnológicos, ajudou a desenvolver soluções para enfrentar a atual crise econômica do turismo, atendendo às necessidades das IGRs.

“A cadeia produtiva do setor vivem um momento muito desafiador, que requer uma resposta à altura. Com a identificação desses projetos e insights, podemos alavancar a vocação turística das regiões e ampliar o portfólio de produtos turísticos de Santa Catarina. O Estado tem potencial de ampliar sua participação no mercado doméstico e de atrair  investimentos estrangeiros”, avalia Breithaupt.

Da ideia à prática

O Disruptur foi dividido em três fases: identificar as oportunidades e gerar ideias; desenvolver o conceito e as soluções; implementação, testagem e validação das propostas, que será posta em prática a partir de agora. Nesta fase, os participantes das 13 IGR’s tiveram que propor inovações para impulsionar o turismo catarinense. Para isso, a etapa contou com workshops de inovação, empreendedorismo, design de serviços e apresentação de pitch.

Os projetos criados englobaram não só temáticas fundamentais para impulsionar o setor, como também trouxeram soluções práticas que podem ser aplicadas, a exemplo de aplicativos, games, programa de vantagens, educação nas escolas e até mapas virtuais.

Para o diretor regional do Senac SC, Rudney Raulino, o DisrupTur alinhou conhecimento e inovação em soluções que buscam novas oportunidades de negócios para o setor turístico no Estado. “Ao promover o DisrupTur, o Senac SC ressalta seu compromisso com o turismo catarinense, fornecendo ferramentas necessárias para gerar conexões, experimentações e propostas disruptivas para as IGRs”, afirma.

Leia também

ECONOMIA 16 abril, 2024

Taxa de endividamento das famílias catarinenses cai em abril, aponta pesquisa

INSTITUCIONAL 16 abril, 2024

Sistema Fecomércio Sesc Senac oficializa compra da Sociedade Canarinho, em Gaspar

ECONOMIA 13 abril, 2024

Vendas no varejo restrito cresceu 1,7% em fevereiro

ECONOMIA 11 abril, 2024

Consumidor avalia positivamente o comércio durante a Páscoa deste ano, revela relatório