MERCADO

Entidades empresariais reivindicam a prorrogação do Bloco X ao governo do Estado

Atualizado em 19 março, 2021

A Fecomércio SC e entidades empresariais estiveram reunidas com o governador Carlos Moisés na tarde desta quarta-feira (24), para a entrega do documento que solicita a prorrogação da obrigatoriedade tributária acessória conhecida como “Bloco X” e adoção integral da NFC-e.

Presente na reunião, o vice- presidente de supermercados da Fecomércio SC, Atanazio dos Santos Netto ressaltou a importância do alinhamento do setor produtivo com o Governo do Estado e a Secretaria da Fazenda no debate acerca das dificuldades que a obrigação tributária acessória pode gerar às empresas em especial aos micro e pequenos empresários.

“É uma pauta extremamente urgente para a classe produtiva que será penalizada devendo se adequar em curto tempo. Por isso, fizemos  uma proposta que seja prorrogado esse prazo e acelerado o processo de implementação do cupom fiscal no modelo eletrônico para que se modernize o processo e diminua a burocracia reduzindo os altos custos às empresas”, explica Netto.

Como encaminhamentos da reunião, ficou acordado um novo encontro, no qual será apresentada a posição do governo após análise de viabilidade da equipe técnica da Secretaria.

Estiveram presentes na reunião e assinaram o documento as entidades: CRC SC; ABRASEL SC, FCDL, AFRAC, ACATS e o Deputado Estadual Bruno de Souza.

 

Entidades empresariais pedem prorrogação da obrigatoriedade do Bloco “X” em SC

Leia também

ECONOMIA 24 janeiro, 2022

Prazo para regularização de dívidas do Simples é prorrogado para março

ECONOMIA 14 janeiro, 2022

Inflação provoca descompasso entre volume e receita do comércio catarinense em novembro

ECONOMIA 13 janeiro, 2022

Volume de serviços em novembro tem alta histórica para o mês

MERCADO 13 janeiro, 2022

Reajuste do piso mínimo regional em 2022 será de 10,5% em SC