ECONOMIA

Fecomércio SC recebe embaixador da Grécia para prospectar parcerias estratégicas

Atualizado em 12 junho, 2020

O mercado catarinense pode abrir novas oportunidades de negócios e parcerias com a Grécia. A convite da Fecomércio SC, o embaixador do país no Brasil, Ioannis Pediotis, fez visita oficial a Santa Catarina nesta sexta-feira (27), a primeira a um estado desde que assumiu o posto em dezembro de 2017, para dar início a um projeto de cooperação comercial. O governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, a embaixatriz Aliki Theophane Pappas, o cônsul da República Tcheca em Santa Catarina, Rafael Thales de Freitas, e os presidentes das câmaras empresariais da Fecomércio SC, Jamile Marques ( Inovação e Tecnologia), João Eduardo Moritz (Turismo) e Marcelo Brognoli ( Mercado Imobiliário), também estiveram no encontro.

Em fevereiro, o presidente da entidade, Bruno Breithaupt, já havia participado de reunião com Pediotis para discutir os detalhes da missão diplomática no Estado. “A Grécia é uma escola de turismo e temos muito a aprender com eles. Há a possibilidade de mantermos um diálogo constante para atender os interesses comerciais dos dois lados. Vamos fazer um levantamento dos setores com potencial para negócios bilaterais”, diz Breithaupt. Entre as tratativas do encontro, o empresário adiantou que estão programando uma missão empresarial a Grécia ainda este ano e que o governador foi convidado em primeira mão.

“Em relação às oportunidades de cooperação entre Santa Catarina e Grécia, nós identificamos que o foco deve ser o turismo. Em 2017, o país recebeu cerca de 25 milhões de turistas, mais do que o dobro da população. Também temos uma gama de produtos para importação e exportação, incluindo componentes de computadores e softwares. Vamos fazer uma agenda de visitas e também trazer empresários gregos para prospectar a economia catarinense”, afirma o embaixador. Segundo ele, os aspectos culturais também podem facilitar o relacionamento, visto que Florianópolis é sede da primeira colônia grega no Brasil.

> Confira a galeria completa

Eduardo Pinho Moreira apresentou os diferenciais do Estado, como os indicadores econômicos e de qualidade de vida, além de elogiar a capacidade de recuperação econômica do país da União Europeia. O turismo pode ser um dos setores mais beneficiados nesta parceria estratégica, conforme o governador.

“Este ano os gregos devem receber 27 milhões de turistas e os empresários afirmaram que já não têm infraestrutura para receber mais visitantes. Santa Catarina, que tem semelhanças geográficas com a Grécia, pode ser um destino para atrair tanto os gregos, como de outros países da Europa”, pontua. Durante a tarde, o governador deve sobrevoar as obras do novo Aeroporto Internacional de Florianópolis acompanhado do Ministro do Turismo, o catarinense Vinicius Lummertz. Segundo ele, o novo terminal contará com conexão direta Florianópolis- Europa, começando com voo para Portugal.

A comitiva de empresários e autoridades catarinenses deve embarcar para a Grécia em setembro e a embaixada também pretende programar a vinda dos gregos a Santa Catarina.

Leia também

ECONOMIA 16 abril, 2024

Taxa de endividamento das famílias catarinenses cai em abril, aponta pesquisa

INSTITUCIONAL 16 abril, 2024

Sistema Fecomércio Sesc Senac oficializa compra da Sociedade Canarinho, em Gaspar

ECONOMIA 13 abril, 2024

Vendas no varejo restrito cresceu 1,7% em fevereiro

ECONOMIA 11 abril, 2024

Consumidor avalia positivamente o comércio durante a Páscoa deste ano, revela relatório