ECONOMIA

Governo de SC disponibiliza R$ 1,5 bilhão em linha emergencial para empresas

Atualizado em 30 março, 2021

Um dia antes de deixar o governo, Carlos Moisés autorizou a criação de linhas de crédito emergenciais para auxiliar micro e pequenas empresas e manter o nível de emprego no Estado. A Medida Provisória que cria o auxílio emergencial foi enviada nesta segunda-feira (29) à Alesc.

O montante disponibilizado será de R$ 1,5 bilhão, por meio do Badesc e do BRDE.  O governo arcará com as taxas de juros, em um investimento de aproximadamente R$ 250 milhões.

Os empreendedores poderão aderir aos financiamentos com uma carência de 12 meses para pagamento, juro zero e 36 meses para amortização. Os microempreendedores individuais (MEIs) poderão solicitar até R$ 10 mil, enquanto os micro e pequenos empreendedores terão direito a até R$ 100 mil. Como contrapartida ao auxílio, os empresários precisarão manter os atuais níveis de emprego em seus estabelecimentos durante o período de carência.

Leia mais:

Fecomércio SC propõe pacote de medidas econômicas para socorrer empresas

BRDE e Badesc devem injetar R$ 230 milhões nos setores de turismo e eventos em 2021

Empresários catarinenses têm acesso a R$ 80 mil em programa de crédito da Fecomércio SC

Empresas do setor de turismo passam a ter acesso ao Programa de crédito da Fecomércio SC

Projeto de Lei prevê linha de crédito e isenção fiscal para setor de eventos

Leia também

ECONOMIA 15 outubro, 2021

Volume de Serviços mantém trajetória de recuperação, mas em ritmo gradativo

ECONOMIA 11 outubro, 2021

Oito em cada dez catarinenses estão cautelosos com compras grandes

ECONOMIA 08 outubro, 2021

Inflação de setembro é a maior desde 1994

ECONOMIA 07 outubro, 2021

Brasil flexibiliza entrada de estrangeiros