MERCADO

Setor empresarial pede celeridade no julgamento do impeachment

Atualizado em 12 abril, 2021

O Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) defende a celeridade no processo de julgamento de impeachment do governador Carlos Moisés, em nome da segurança jurídica e institucional em Santa Catarina. No mesmo sentido, buscando preservar a estabilidade, propõe que não ocorram alterações relevantes na estrutura de governo até que haja a decisão definitiva sobre a questão do impedimento do governador.

O COFEM é composto pelas Federações das Indústrias (FIESC), do Comércio (FECOMÉRCIO), da Agricultura (FAESC), dos Transportes (FETRANCESC), das Associações Empresariais (FACISC), das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), das Micro e Pequenas Empresas (FAMPESC), além do Sebrae-SC.

Leia também

ECONOMIA 24 setembro, 2021

Confira o calendário de obrigações tributárias de outubro/2021

ECONOMIA 23 setembro, 2021

Selic aumenta e juros voltam aos níveis de 2019

ECONOMIA 22 setembro, 2021

Compras de presentes devem se concentrar na semana do Dia das Crianças em SC

PESQUISA 21 setembro, 2021

Resultados da temporada de inverno apontam para retomada do turismo em SC