MERCADO

Fungetur: quase 100 milhões já foram solicitados por empresas do setor turístico em SC

Atualizado em 07 julho, 2021

Empresários do setor de turismo já solicitaram quase R$ 100 milhões em financiamentos do Badesc, por meio do Fundo Geral do Turismo (Fungetur). Em reunião da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio SC, realizada na terça-feira (6), o presidente da Agência de Fomento, Eduardo Machado, afirmou que ainda estão disponíveis cerca de R$ 40 milhões para o setor.

A linha de crédito do Ministério do Turismo está sendo essencial para dar um fôlego extra e capitalizar principalmente as micro e pequenas empresas do setor turístico, minimizando os impactos negativos da pandemia. Com valores financiáveis de até R$ 250 mil, a linha conta com taxas diferenciadas (até 5% ao ano + Selic), prazo de amortização até 48 meses e carência de 12 meses. O Badesc também atua com a oferta de financiamentos de valores acima de R$ 250 mil, por meio do Fungetur.

A prorrogação do prazo de carência por mais seis meses é resultado da articulação entre Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio SC e o senador catarinense Jorginho Mello.

De acordo com Machado, 371 de empresas catarinenses ligadas ao turismo já solicitaram os recursos – 260 delas estão com crédito contratado e o restante está em fase de análise para contratação. Para acessar a linha de crédito, uma das exigências é que os empreendedores tenham o registro no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (Cadastrur).

“Não há nenhuma linha de crédito no mercado com taxas de juros e prazos mais atrativos do que esta que o Ministério do Turismo oferece através dos parceiros”, afirma. Segundo Machado, o processo de contratação é célere: o tempo médio entre cadastro e dinheiro na conta é de cerca de 20 dias.

Empresas que podem ter acesso

Acampamento turístico, agências de turismo, meios de hospedagem, parques temáticos, transportadora turística, casas de espetáculos e equipamentos de animação turística, centro de convenções, empreendimento de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva, empreendimento de entretenimento e lazer e parques aquáticos, locadora de veículos, organizador(a) de eventos, prestador de serviços de infraestrutura de apoio a eventos, prestador especializado em segmentos turísticos, além de restaurantes, cafeterias e bares.

Uso do recurso

Os recursos podem ser usados tanto para capital de giro das empresas – dinheiro necessário para bancar o funcionamento – quanto para aquisição de bens, como máquinas e equipamentos.

Podem ser aplicados ainda em obras de construção, modernização e ampliação para a retomada das atividades, além de reformas em geral em empreendimentos paralisados pela pandemia.

> Leia mais sobre linhas de crédito

Resultados de 2020

O Fungetur disponibilizou R$ 5 bilhões para o setor do turismo em 2020, alcançando empreendedores de 684 municípios do país distribuídos em 21 unidades da federação. Nove em cada 10 empresas que acessaram a linha são micro e pequenas empresas. Os recursos contribuíram para a manutenção de mais de 48 mil empregos diretos no setor em todo o país.

BRDE e Badesc devem injetar R$ 230 milhões nos setores de turismo e eventos em 2021

Empresários catarinenses têm acesso a R$ 80 mil em programa de crédito da Fecomércio SC

Empresas do setor de turismo passam a ter acesso ao Programa de crédito da Fecomércio SC

Leia também

ECONOMIA 14 janeiro, 2022

Inflação provoca descompasso entre volume e receita do comércio catarinense em novembro

ECONOMIA 13 janeiro, 2022

Volume de serviços em novembro tem alta histórica para o mês

MERCADO 13 janeiro, 2022

Reajuste do piso mínimo regional em 2022 será de 10,5% em SC

ECONOMIA 12 janeiro, 2022

IPCA fecha 2021 em 10,06%, maior taxa desde 2015