ECONOMIA

IPCA acelera em fevereiro, mas ainda não reflete efeitos da guerra

Atualizado em 15 março, 2022

O Índice Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) cresce 1,01% em fevereiro, depois de variar 0,54% no mês anterior. Esse foi o maior resultado na comparação com igual período dos anos anteriores desde 2015, quando o índice atingiu 1,22%.

> Confira a análise sobre o IPCA

Os reflexos da guerra na Ucrânia não apareceram na inflação de fevereiro e ainda são incertos. Se o conflito se estender, há risco de elevação dos preços de alimentos e bebidas, devido à alta das commodities agrícolas, e dos combustíveis, motivado pela elevação do preço do barril de petróleo, que chegou ao patamar US$ 100,088 no final de fevereiro, alta de 28% frente ao valor do início deste ano  (US$ 78,98). Em março, a Petrobras anunciou  reajuste de 18% no diesel e 24,9% na gasolina. Por outro lado, pode haver um alívio nos próximos meses com o fim da cobrança extra da bandeira de escassez hídrica, que será feita até 30 de abril de 2022.

Confira a movimentação nos índices de preço:

Clica na  para abrir em tela cheia

Leia também

INSTITUCIONAL 10 agosto, 2022

Fecomércio SC empossa nova diretoria para quadriênio 2022-2026

INSTITUCIONAL 04 agosto, 2022

Fecomércio SC lançará Carta do Comércio SC para marcar 74 anos e posse da nova diretoria

INSTITUCIONAL 04 agosto, 2022

Nova diretoria da Fecomércio SC será empossada nesta terça-feira (9)

Trabalhista 04 agosto, 2022

Senado aprova novas regras trabalhistas para períodos de calamidade